sexta-feira, 14 jun 2024
InícioNotíciasCâmara Municipal de GramadoDéficit no efetivo policial é principal desafio da segurança pública apontado no...

Déficit no efetivo policial é principal desafio da segurança pública apontado no Fórum Gramado

Mais um Fórum Gramado foi realizado na noite desta terça-feira, dia 26, lotando o auditório da Câmara de Vereadores. Desta vez, a temática foi a segurança pública e a qualidade de vida na cidade. O evento é uma realização dos gabinetes dos vereadores Professor Daniel, do Partido dos Trabalhadores, e dos vereadores do MDB, Rodrigo Paim, Cícero Altreiter e Renan Sartori, que mediou os painéis.

O capitão Marcelo Montini, comandante da Brigada Militar (BM) em Gramado, iniciou as falas relatando o trabalho da corporação na cidade com programas como o Proerd, enfrentamento da violência doméstica e índices criminais. O principal desafio apontado foi a carência de mão de obra policial. “Temos 32,5% de déficit na Brigada, ou seja, trabalhamos com um terço a menos do que deveríamos trabalhar, é uma lacuna bem grande”, declarou Montini.

Na sequência, o delegado Gustavo Barcellos, titular da delegacia regional, destacou que o principal produto turístico de Gramado é a segurança pública. Barcellos assegurou, ainda, que o déficit na Polícia Civil supera o da BM. “Deveríamos ter, no mínimo, 40% a mais do efetivo que temos hoje. A gente precisa de estrutura para desenvolver nosso trabalho”, atestou.

Auxílio-moradia

O promotor de Justiça de Gramado, Max Guazzelli, encerrou as falas dos painelistas declarando que em Gramado existe “uma segurança de primeiro mundo”. Contudo, o representante do Ministério Público pontuou as dificuldades da área no município como a burocracia estadual e a superlotação no Presídio Estadual de Canela, o qual também atende Gramado. Para Max, apesar dos órgãos de segurança serem de competência do Governo do Estado, o Município tem a obrigação de manter e melhorar o auxílio-moradia aos profissionais da segurança.

“Nós perdemos policiais para cidades que oferecem o auxílio-moradia três, quatro vezes superior ao que oferecemos. Quem vai ficar em Gramado com os aluguéis com valores estratosféricos, se pode trabalhar em Igrejinha com aluguéis mais em conta e auxílio de moradia maior?”, questionou.

Um relatório com os apontamentos realizados no Fórum será entregue ao Executivo Municipal pelos vereadores que realizaram o evento. O próximo Fórum Gramado trará como temática Turismo e Negócios, em data ainda a ser divulgada.

Presídio superlotado

A diretora do Presídio Estadual de Canela, Cléria Diel, também fez uma importante fala no evento, ressaltando números preocupantes da polícia penal. “Estamos em quase 200% de superlotação. E hoje nós temos 20 agentes penitenciários para atender essa demanda. Ao invés de termos 5 presos por agente, que seria o ideal recomendado, eu tenho 58 presos por agente. É um absurdo, é dramático. Precisamos nos questionar como vamos nos unir e resolver estas problemáticas para que Gramado, Canela e região mantenha qualidade de vida”, destacou Cléria.

Fonte|Foto: Câmara Municipal de Vereadores de Gramado | Divulgação
Mais Notícias

Roteiros em Destaque