quarta-feira, 17 jul 2024
InícioNotíciasCâmara Municipal de GramadoGramadense denuncia negligência médica e aborda importância no cumprimento de protocolos

Gramadense denuncia negligência médica e aborda importância no cumprimento de protocolos

A Tribuna do Povo da sessão ordinária desta segunda-feira, dia 23, na Câmara de Vereadores de Gramado, contou com um depoimento emocionado da gramadense Francine Bossardi relatando seu caso de perda gestacional e as complicações de saúde que teve ao procurar atendimento médico no Hospital Arcanjo São Miguel (HASM).

No relato, Francine denunciou uma negligência no atendimento médico que quase resultou em sua morte. Ela procurou a casa de saúde gramadense com sintomas graves, mas foi inicialmente, segundo ela, mal diagnosticada por uma emergencista.

Após uma demora crucial, um obstetra identificou a gravidade da situação e realizou uma cirurgia de emergência, salvando sua vida por pouco. Francine enfatizou as falhas nos protocolos de atendimento a gestantes, incluindo a falta de ecografia 24 horas e de plantão obstétrico presencial. Ela destacou a lei estadual que exige procedimentos específicos para casos de perda gestacional e pediu apoio dos vereadores para garantir a aplicação eficaz desses protocolos, visando evitar que outras mulheres passem pelo mesmo sofrimento, podendo até mesmo perder a vida.

“Minha denúncia, caros vereadores, não é sobre a viabilidade da minha gestação, nem sobre a conduta do obstetra, que foi perfeita. É sobre a falha no atendimento da emergencista e, com isso, sobre a falha nos protocolos de atendimento a gestantes. É sobre a falta de ecografia 24 horas num hospital que é referência não apenas para os moradores de Gramado, mas também é referência para os mais de 648 mil turistas que aqui circulam todos os meses. É sobre a falta de plantão obstétrico presencial” relatou Francine.

Fonte|Foto: Câmara Municipal de Vereadores de Gramado | Letícia de Lima/Câmara de Gramado
Mais Notícias

Roteiros em Destaque